quinta-feira, 2 de julho de 2009

Por que não consigo ter sucesso na minha divisão?

(Foto cópia do site amigo: http://flor.nativa.blog.uol.com.br/)

Essa semana recebi um e-mail de meliponicultor iniciante solicitando algumas dicas para que a sua divisão de mandaçaia seja realizada com sucesso, segundo o colega, ele já tentou 2 vezes dividir a colónia e não obteve êxito. As princesas nascem mas não vigam, me informou ainda que só tem essa colónia de mandaçaia e mora um pouco distante da mata nativa.

Realizar uma divisão não é algo complicado, mas é preciso, antes de mais nada, analisar a colónia que estamos pensando em dividir. Para que tudo ocorra bem, é indispensável a presença das 3 castas, rainhas virgens, obreiras adultas e principalmente machos.

Essas três castas, só existem em colónias fortes, em colónias pequenas a presença dos machos é muito baixo ou mesmo inexistente em certo períodos do ano, isso se deve ao fato que os machos nascem de ovos não fecundados de abelhas comuns e para que uma obreira comum possa ovopositar é preciso que a colónia seja muito forte, pois em colónias novas a rainha, através de seus feromônios reais, domina todo o ritual de postura e inibe a postura das obreiras rainhas.

Assim, se nós temos apenas uma colónia e ela não está forte o suficiente para uma garantir a presença de machos na área para uma futura fecundação real, certamente esse desdobramento não terá sucesso.
Mas alguém pode perguntar: então como eu sei se minha colónia está forte???

Isso depende da espécie de Melipona, a Uruçu (melipona Scutellaris) chega facilmente nos 8, 9 ou mais discos, já vi colónias de uruçu com 11 discos de cria, a Jandaíra no máximo bate os 8 discos, as Mandaçaias ainda menos, nunca as vi com mais de 7. Mas no geral, podemos dizer que colónias fortes são aquelas que apresentam 5 ou mais discos de cria, movimento constante de entrada e saída de abelhas e uma boa quantidade de reserva alimentar, esse sinais, demonstram ao meliponicultor a boa saúde de sua colónia.

Além disso, um fato deve ser observado, não é só a quantidade de discos que importa, uma colónia pode ser forte tendo apenas, por exemplo, 3 discos de cria, desde que esses discos tenham dimensões bem significativas, eu já vi várias colónias de Jandaíra com 3 discos de cria serem bem mais fortes que colónias com 5 ou mesmo 6 discos, pois esses últimos eram discos pequenos. Dessa maneira não devemos observar só a quantidade de discos, mas também o seu tamanho.

Existe uma época certa para realizar uma divisão???

Sim, existe! Recomendamos que as divisões sejam feitas, principalmente para os meliponicultores que possuem um pequeno número de colónias, em época de florada, a primavera é o melhor momento para uma divisão, no sertão não existe primavera, por aqui ou é verão (seca) ou é inverno (chuvas), então para nós do Nordeste as divisões são recomendadas no período das chuvas, pois aqui a florada é exatamente durante e um pouco após esse período.

Quer dizer que só posso fazer divisão nessa época???

Isso não quer dizer que não possamos realizar uma divisão fora dessa época, eu por exemplo, realizo divisões o ano todo, tem finais de semana que chego a fazer duas, três, a vezes até 4 divisões numa bela tarde de sol. Mas isso tem uma explicação, como tenho um grande número de colónias reunidas os riscos de uma divisão não vingar são muito baixos, pois sempre tenho várias colónias fortes fornecendo machos para as minhas divisões. E mesmo que no disco de cria da divisão não tenha princesas virgens, sempre haverá alguma ná área do meliponário de bobeira querendo ser aceita por alguma colónia órfã. Fora que as colónias do meliponário urbano são alimentadas com muita frequência, o que garante um rápido crescimento das colónias jovens.

Assim, para mim é muito fácil dividir, mas se você tem apenas uma colónia, as coisas são mais arriscadas pelos motivos acima expostos, dessa maneira, é melhor só fazer na primavera.

Assim, o que devo fazer???

O mais recomendável é que vc adquira uma outra colónia antes de tentar dividir de novo, o ideal era ter pelo menos umas quatro ou cinco colónias para aí tentar dividir, mas uma outra colónia da mesma espécie já ajudará e muito, isso é importante pois garante o fornecimento de variabilidade genética, principalmente porque alguns meliponários são urbanos, afastados das mata nativas das abelhas, inviabilizando o cruzamento das sua abelhas com as "selvagens" e ainda por cima, garante maior segurança na divisão.

Então não posso dividir uma colónia sozinha???

Pode sim, mas desde que essa colónia se encontre nas condições que já expliquei. Pois bem, se as discas forem seguidas, tenho certeza que vc vai conseguir realizar as divisões de uma maneira muito mais segura.

att,



Kalhil Pereira França
Meliponário do Sertão
Mossoró-RN

2 comentários:

  1. Gostária de saber se vc te enxame de jandaira para vende?

    E quanto é o valor do enxame?

    ResponderExcluir

Comentário aqui: