segunda-feira, 12 de abril de 2010

O Maribondo-caboclo (Polistes canadensis)

Além das abelhas existe uma classe de insetos que possui uma grande importância para o homem, todavia, devido a falta de conhecimento sobre o assunto esses maravilhosos insetos são tratados pela grande maioria das pessoas com desprezo e, principalmente, com muito medo. São as vespas.

É preciso esclarecer desde já que vespa, ou também conhecida como maribondo, não é abelha, as duas são insetos parecidos mas completamente diferentes, tanto pela morfologia como pelo comportamento.

As vespas possuem ferrão poderosos, inclusive a principal diferença entre as duas espécies está exatamente aí pois as abelhas que possuem ferrão (apis melifera) quando ferroam, perdem esse elemento de defesa e morrem pois junto com o ferrão deixam parte do abdomem. Jás as vespas não, podem ferroar várias vezes e continuar vivas com o seu poderoso ferrão.



As abelhas se alimentam basicamente de néctar e pólen, as vespas são predadores de muitos insetos nocivos como cupins, aranhas, formigas, lagartas, gafanhotos e mosquitos, entre eles o Aedes egypti, transmissor da dengue.

Mesmo sendo um grande aliado do homem contra insetos prejudiciais, são tratados como inimigos, as pessoas sem a noção da importância desses insetos e principalmente pela ignorância, acabam destruindo o ninhos com fogo ou veneno. Enfim, acabam matando aqueles que estão para ajudar.



Mas a culpa não é da população, é principalmente da falta de políticas públicas no sentido de preservar a nossa biodiversidade. As próprias autoridade públicas usam métodos arcáicos que só trazem a destruição desses belos insetos, a exemplo basta se perguntar o que o carro fumacê mata. Mata tudo, até as nossas amigas vespas.

A verdade é que as vespas desempenham um importante papel de controle de pragas. A presença de um ninho de vespas é sinal que aquela região possui um bom equilíbrio ecológico, devendo os mesmo serem preservados para o nosso próprio bem.

Das diversas espécies de vespas existentes no RN, uma em especial se destaca pela sua beleza e facilidade que pode ser encontrada, trata-se da espécie conhecida como Maribondo-cabloco (polistes canadensis).



Possui comportamento manso, mas ataca com fevor se o visitante se aproximar ou tentar mexer com suas crias (comportamento normal em qualquer animal), geralmente fazem ninhos em beirais de casa não trazendo problemas com outras abelhas, porém, se o ninho se encontrar em local muito movimentado ou em locais de fácil acesso para crianças é preciso que o enxame ou seja removido (o que é o mais recomendado) ou seja sacrificado.



Para retirar basta usar um macacão de apicultor e à noite, com ajuda de uma faca fazemos a retirada do ninho para outro local mais distante. Se não for possível a retirada, pode-se usar aplicação de pesticida. Não recomendo uso de fogo pois esse método já gerou muitos acidentes.

Se nenhuma dessas situações acima acontecer, não destrua o ninho, preserve pois tenha certeza que você estará com um grande aliado na sua casa no combate a muito problemas.

att,

Mossoró-RN, 12 de abril de 2010.



Kalhil Pereira França

Meliponário do Sertão

9 comentários:

  1. Amigo maribondo-caboclo é brabo viu e a picada e de dar febre mas voce tem razão eles fazem parte da natureza e sem eles acontece o desequilibrio.Você conhece a abelha Boca-torta e pequena e preta de uns dois centimetros e são brabas como o caboco mas atacão em bandos aqui no serido tem muito delas.Há as minhas jandairas estão se recuperando muito devagar mas tem um postura pouca mas com reserva de mel.eu não consegui ver rainha ainda mas deve ter na caixa.
    Valeu meu amigo, o blogger esta sempre muito imteressante.

    ResponderExcluir
  2. Valeu Kalhyl, post muito esclarecedor. Lá na UFERSA em quase toda sala tem um ninho dessa espécie de Vespa.

    ResponderExcluir
  3. this post is very usefull thx!

    ResponderExcluir
  4. Cara, parabéns pelo site, adorei ver as informações que vc disponibilizou.

    ResponderExcluir
  5. Cara, parabéns pelo site, adorei ver as informações que vc disponibilizou.

    ResponderExcluir
  6. Muito bom o blog. Só uma pequena correção nesse post, aranha não é inseto. Aranhas, assim como escorpiões, pertencem à classe Chelicerata, enquanto que insetos pertencem à classe Insecta.
    Parabéns e continue com essas postagens de alto nível, muito bom para acadêmicos e meliponicultores em geral.

    ResponderExcluir
  7. Um amigo me contou que recentemente, não mais que um mes atras, esteve na praia do Cssino, Rio Grande-RS, e de repente vindo da terra para o mar, uma área de cerca de 50m de raio, foi invadida por marimbondos-caboclos. As pessoas tiveram que correr para a àgua e mesmo lá os bichos continuavam sobrevoando as cabeças. Mais tarde é que tiveram que dar jeito de se afastar da área ainda em meio aos marimbondos. Ele ficou muito impressionado e deu graças a Deus pela filha dele não estar junto pois ela tem altíssima alergia a picadas. Ele disse que o susto foi grande mas que se a menina estivesse lá ele certamente teria entrado em pânico pois para ela uma picada na região do pecoço seria mortal. Vilson Avila

    ResponderExcluir

Comentário aqui: